Conciliação Bancária – O que é e como fazer?

Gostou? Compartilhe!

Na linguagem do comércio, o maior patrimônio de sua vida é o seu nome. Poderíamos incluir também a saúde financeira de sua empresa. Em casos de empréstimos mal administrados e dívida ativa acumulada com os bancos, o melhor caminho é buscar uma conciliação bancária para rever os lançamentos no extrato bancário.

O que é conciliação bancária?

A Conciliação Bancária se refere a uma simplificada conferência de extratos bancários e dos saldos com o Controle Financeiro da Empresa. A partir dessa conciliação você verificará se todos os lançamentos no extrato estão corretos sem anormalidades.

É muito importante para a pessoa física e jurídica analisar se o saldo bancário está correto para confirmar a entrada e saída de dinheiro. No caso de uma empresa, esse controle ajuda a confirmar despesas e receitas e a calcular o caixa futuro para novas atividades na empresa.

Como fazer conciliação bancária?

É necessário seguir três passos básicos junto com o banco no qual a pessoa física e jurídica mantém a conta. Primeiro fique atento aos fluxos de caixa impressos nos extratos bancários, posteriormente, compare as informações internas de seus gastos realizados e dos registros de pagamentos e recebimentos efetuados pela empresa. Depois, solicite a correção de possíveis erros.

Monitorar fluxos de caixa

Para evitar perdas, a conciliação bancária é um recurso que você pode solicitar, mas é fundamental, no caso de uma empresa, realizar o monitoramento de fluxos de caixa diariamente. É importante registrar e guardar o histórico de cada operação financeira realizada. As contas e suas movimentações devem ser classificadas e bem ordenadas.

Armazenamento de documentos

Mantenha todos os documentos jurídicos, corporativos e financeiros bem armazenados e arquivados na empresa. Escaneie, salve e digitalize tudo que for de grande importância na gestão da empresa. Em relação ao histórico financeiro, as cópias de documentos serão importantes também para apresentação junto ao contador e prestação de contas no imposto de renda da empresa.

O que monitorar?

No processo de conciliação bancária, você pode monitorar todas as transações bancárias, pagamentos de salários, pagamentos de fornecedores, recebimentos, faturas e pagamentos de impostos.

No entendimento da gestão de uma empresa, a conciliação bancária compõe o processo de fluxo de caixa e da avaliação da gestão financeira.

Processo permanente de controle

A gestão de fluxo de caixa e a conciliação bancária não pode ter pausas de um dia ou uma semana, pois esse tipo de gestão ou monitoramento deve ser constante para não acumular informações e possíveis perdas.

O processo de controle de caixa pode utilizar ferramentas de automação, essas ferramentas digitais além de realizar o controle também ajudam a organizar dados, imprimir demonstrativos administrativos, salvar dados em PDF e gerar conteúdos compartilháveis.

Planos contábeis

Caso a sua empresa contrate e terceirize o trabalho de administração de fluxo de caixa e de conciliação bancária através da prestação de serviços de empresas contábeis, perceba se o prestador de serviço oferece aplicativos de automação com pleno acesso a partir de sua empresa, com dados compartilhável entre a sua empresa e o prestador de serviços em contabilidade.

Solicite a apresentação diária e semanal das informações, para que a sua empresa acompanhe e arquive dos dados.

Gostou? Compartilhe!